IRENE GUERRIERO (n.1964, Brasil), vive e trabalha em São Paulo.

Graduada em Artes Plásticas pela FAAP- Fundação Armando Álvares Penteado, em 1988. Participou do grupo de acompanhamento de projetos do Hermes Artes Visuais de janeiro a maio de 2020 e é representada pela Lona Galeria de Arte.

Cor e natureza sempre foram os principais assuntos de sua poética em pinturas a óleo ou acrílica sobre tela e colagens sobre papel. Viver num país tropical com vistas coloridas e luz intensa tem um impacto significativo no trabalho, além do movimento psicodélico dos anos 1960. Começando por um ponto equidistante de onde seja possível ajustar um foco na natureza externa e interna, concomitantemente, tem um olhar que cumpre uma função compensatória, trazendo conteúdos imagéticos opostos à dureza do mundo e construindo paisagens oníricas.

Em 2020 foi selecionada para participar da 18° edição do programa de exposições do MARP- Museu de Arte de Ribeirão Preto, participa da exposição do acervo da Lona Galeria,   da exposição “Ressetar” no Museu da Diversidade Sexual em São Paulo,da Sección Planta, Hermes Artes Visuais, Ch.ACO, Santiago do Chile e da Exposição online internacional Casulo(Capullo/Coccon), Confluências de Arte. . Em 2019 participou da exposição coletiva “Dá Pra Levar” no Anexo Lona. Em 2018 participou da Artbox Projects New York 1.0 e da Coletiva Eixo Contemporâneo na Fabrica Bhering no Rio de Janeiro. Em 2017, participou da exposição “Spanic Heritage”na Pfizer em Nova York, NY- EUA. Em 2016 executou o projeto do painel permanente em edifício tombado (Nigri Plaza) no Rio de Janeiro. Em 2005 recebeu o Primeiro Prêmio no I Salão Nacional G.Matteo de Arte na Casa de Portugal, entre outras exposições coletivas.
Acervo público: Museu da Diversidade Sexual, São Paulo- SP.

  

   

            

               

 

 

 

Irene Guerriero (b.1964, Brazil) lives and works in São Paulo. 

 Graduated in Visual Arts at FAAP- Fundação Armando Álvares Penteado, in 1988. She participates in the Hermes Artes Visuais project monitoring group from January to May 2020 and is represented by Lona Galeria de Arte.

Color and nature have always been the main subjects of her poetics, paintings in oil or acrylic  on canvas and collages on paper. Living in a tropical country with colorful views and bright light has a significant impact on work, in addition to the psychedelic movement of the 1960s. Starting from an equidistant point from which it is possible to adjust a focus on external and internal nature, concomitantly, it has a look that fulfills a compensatory function, bringing imagery contents opposed to the harshness of the world and building dreamlike landscapes.

In 2020, she was selected to participate in the 18th edition of the exhibition program of the MARP – Art Museum of Ribeirão Preto, participates in the exhibition of the Lona Galeria collection, in the exhibition “Ressetar” at the Museum of Sexual Diversity in São Paulo, in Sección Planta, Hermes Artes Visuais, Ch.ACO, Santiago do Chile and international online exihibition online Casulo(Capullo/Coccon), Confluências de Arte. . In 2019 she participated in the collective exhibition “Dá Pra Levar” in the Anexo Lona. In 2018 she participated in Artbox Projects New York 1.0 and the Collective Eixo Contemporâneo at Fabrica Bhering in Rio de Janeiro. In 2017, she participated in the “Spanic Heritage” exhibition at Pfizer in New York, NY- USA. In 2016 she executed the permanent panel project in a listed building (Nigri Plaza) in Rio de Janeiro. In 2005 she received the First Prize at the 1st National Salon G.Matteo de Arte at Casa de Portugal, among other group exhibitions.
Public collection: Museum of Sexual Diversity, São Paulo- SP.